Cidades Cada vez mais sustentaveis

A Assembléia Legislativa de São Paulo aprovou uma lei que prevê alvará somente para construção de prédios e casas ecologicamente corretos e adaptados às novas regras de sustentabilidade. Apesar do “atraso”, o projeto de lei chega em momento oportuno já que O mercado de construção civil está aquecido e o governo continua financiando novas habitações através do projeto Minha casa, Minha vida. Acredto veremos alguns frutos a médio prazo e certamente abrirá novos ninchos de mercado. Isto prova que questões como sustetabilidade esta cada vez mais presente nas nossas vidas. Não um mero discurso. O autor do projeto é o deputado estadual Pedro Bigardi (PC do B).

Quem sabe em um futuro próximo incentivos para adaptações de casa e edificios. Quem sabe incentivos fiscais, financiomentos, subsidios para habitações mais inteligentes no uso de recursos.

Segue abaixo algumas ações sustentáveis que o projeto de lei cita.

Luz:
– Sistema de captação de energia solar para aquecimento de água;
– Lâmpadas de alta eficiência para iluminação em áreas comuns;

Água

– Sistema de reúso de água;
– Uso de medidor individualizado de consumo de água;
– Uso de bacias sanitárias com volume de descarga reduzida, torneiras e válvulas de fechamento automático em lavatórios;
– Sistema para a captação, retenção, armazenamento e utilização de águas pluviais, coletadas por telhados, coberturas, terraços e pavimentos descobertos;
– Sistema de tratamento de efluentes capaz de reutilizar a água para finalidades não-potáveis;

Gás, Lixo e Óleo:

– Uso de medidor individualizado de consumo de gás;
– Sistema de coleta seletiva de resíduos sólidos e de óleo comestível.

Advertisements

Cidades Cada vez mais sustentaveis

A Assembléia Legislativa de São Paulo aprovou uma lei que prevê alvará somente para construção de prédios e casas ecologicamente corretos e adaptados às novas regras de sustentabilidade. Apesar do “atraso”, o projeto de lei chega em momento oportuno já que O mercado de construção civil está aquecido e o governo continua financiando novas habitações através do projeto Minha casa, Minha vida. Acredto veremos alguns frutos a médio prazo e certamente abrirá novos ninchos de mercado. Isto prova que questões como sustetabilidade esta cada vez mais presente nas nossas vidas. Não um mero discurso. O autor do projeto é o deputado estadual Pedro Bigardi (PC do B).

Quem sabe em um futuro próximo incentivos para adaptações de casa e edificios. Quem sabe incentivos fiscais, financiomentos, subsidios para habitações mais inteligentes no uso de recursos.

Segue abaixo algumas ações sustentáveis que o projeto de lei cita.

Luz:
– Sistema de captação de energia solar para aquecimento de água;
– Lâmpadas de alta eficiência para iluminação em áreas comuns;

Água

– Sistema de reúso de água;
– Uso de medidor individualizado de consumo de água;
– Uso de bacias sanitárias com volume de descarga reduzida, torneiras e válvulas de fechamento automático em lavatórios;
– Sistema para a captação, retenção, armazenamento e utilização de águas pluviais, coletadas por telhados, coberturas, terraços e pavimentos descobertos;
– Sistema de tratamento de efluentes capaz de reutilizar a água para finalidades não-potáveis;

Gás, Lixo e Óleo:

– Uso de medidor individualizado de consumo de gás;
– Sistema de coleta seletiva de resíduos sólidos e de óleo comestível.

Greepeace faz campanha em Copenhague

O texto diz: “Desculpe, nós poderíamos ter impedido mudanças climáticas catastróficas… mas não impedimos”.




Detalhe, repare que a mensagem não limita-se simplemente ao luminoso. Junto de cada peça, há uma grande quantidade de “folders” explicativos.

fonte: G1.com

Greepeace faz campanha em Copenhague

O texto diz: “Desculpe, nós poderíamos ter impedido mudanças climáticas catastróficas… mas não impedimos”.




Detalhe, repare que a mensagem não limita-se simplemente ao luminoso. Junto de cada peça, há uma grande quantidade de “folders” explicativos.

fonte: G1.com