“Empresas sabem resolver problemas, mas muitas vezes não sabem quais são os problemas”, Tom Kelly, IDEO

Encontrei este vídeo navegando na internet. É o resumo, em 8 minutos, de uma palestra do Tom Kelly, fundador da IDEO, no Creativity World Forum 2008.
Tom apresenta o conceito por trás das práticas de inovação da sua empresa. Segundo ele a inovação nasce de um olhar astrológico do mercado. Através desta prática, identifica-se os problemas e as oportunidades. Uma vez definida o desafio, cabe a empresa, com sua capacidade de resolver problemas, projetar a melhor experiência possível para público alvo.
Se a empresa souber manter este ciclo e incentivar a prática da observação em seus colaboradores, com certeza ela estará nutrindo uma cultura mais inovadora.
Para ajudar a explicar a postura necessária nos dias de hoje, Tom Kelly fala muito em suas palestras sobre “vujade”, o que ,segundo ele, seria o contrário da expressão “dejavu” (a impressão que temos ao já ter visto algo antes). Ou seja, encarar as coisas que você já conhece de uma maneira nova, como se você a estivesse vendo pela primeira vez.

As 20 mais inovadoras em 2005

Quem pensa que criatividade apenas se limita às agências de propaganda, pode estar enganado. A revista americana “Business Week” publicou recentemente uma lista das 20 empresas mais inovadoras segundo executivos de 69 países.
Para quem não sabe, inovação nada mais é do que a capacidade de implementar idéias com sucesso.


A Apple destaca-se no topo da lista, resultado obtidos com iPod e iTunes. Em seguida, a 3M, com a sua forte cultura de incentivo a inovação. Graças a ela, 30% do faturamento da empresa vem de produtos com menos de 4 anos de vida.
O nome que chega mais próximo à uma agência de propaganda é a IDEO, escritório americano de desenho industrial. Além de projetar produtos inovadores para empresas dos mais diversos ramos, a ela vem se transformando numa consultoria. Seu famoso método de trabalho já foi tema de programa de TV. Os mais conservadores dificilmente acreditariam que um ambiente descontraído como IDEO geraria tantos resultados. A empresa lançou moda, muitos dos MBAs americanos estão deixando de ser chamados de B-School (Bussiness School) para D-School (Design School), onde os executivos além de terem aulas sobre negócios, têm aulas com designers para conhecer a metodologia de criação de um novo produto.
Certamente, muitas das empresas que encabeçam a lista tiveram ajuda de suas respectivas agências de propaganda. A BMW, por exemplo, foi destaque graças ao seu forte marketing na web. Quem não lembra do “BMW films” há alguns anos?
Para os amantes da criatividade, principalmente os publicitários, fica o recado de que a fonte de inspiração não está somente em um bom anúncios, ou em um bom layout. Como dizem: “O buraco é mais embaixo”.

Links:

Top 20 Innovative Companies in the World
BusinessWeek – Innovation & Design
IDEO